Papo de cozinha


                     Pirâmide Alimentar Infantil 


                                  
 A Pirâmide Alimentar é a representação gráfica do Guia Alimentar para Crianças .

É uma ferramenta prática que permite aos indivíduos a seleção de uma alimentação adequada e saudável. Os alimentos selecionados devem ser do hábito alimentar da família, adequados em quantidade e qualidade (Ministério da Saúde, 2002).
A proposta neste Guia está composta por oito grupos de alimentos, distribuídos em quatro níveis, apresentados da base ao topo da pirâmide, considerando a sua participação na dieta em quantidades respectivamente maiores ou menores de porções.
A organização da pirâmide é feita em função do tipo de alimento: principal nutriente que ele fornece e quantidade necessária.

Um alimento não é mais importante que o outro por sua localização, todos os grupos são importantes e têm suas funções.

Os alimentos de cada nível da pirâmide foram selecionados pelos nutrientes: os carboidratos (grupo 1), as vitaminas e os minerais (grupos 2 e 3), as proteínas (grupos 4, 5, 6) e os lipídios e açúcares (grupo 7 e 8) – e quantificados em função do valor calórico total diário.


Grupo 1 – cereais, pães e tubérculos (de três a cinco porções).

Grupo 2 – verduras e legumes (três porções);

Grupo 3 – frutas (de três a quatro porções).

Grupo 4 – leites, queijos e iogurtes (três porções);

Grupo 5 – carnes e ovos (duas porções);

Grupo 6 – feijões (uma porção).

Grupo 7 – óleos e gorduras (duas porções);

Grupo 8 – açúcares e doces (uma porção).


Os alimentos de um mesmo grupo podem ser substituídos entre si (ex.: arroz por pão) –  Porém, alimentos de diferentes grupos não devem ser substituídos pelos de outros. Por exemplo, arroz por fruta. Isto porque todos os oito grupos são importantes e todos são necessários.

O nome dos grupos (cereais / pães / tubérculos, feijões, etc.) deve ser considerado de forma genérica pois, por exemplo, no grupo dos cereais, foram colocados alimentos como batata, aipim, macarrão, arroz, pão, biscoito e, no grupo dos feijões, incluídas as demais leguminosas como: ervilha seca, grão de bico e soja. O chamado grupo das carnes deve incluir carnes de todas as naturezas e todos os tipos de cortes: carne bovina (ex.: filé, acém, coxão mole, etc.), frango, peixes, frutos do mar, fígado e outras.

                                                                       

                                           


Verdura  :  toda hortaliça  consumida,  folhas e/ou as flores. (ex. alface, couve, brócolis, couve flor, repolho, etc.). Já os legumes, botanicamente são as vagens das leguminosas, mas popularmente são chamados de legumes todas as outras hortaliças que não sejam de folhas e flores (ex. batata, cenoura, inhame, mandioca, etc, (raízes); tomate, pimentão giló, beringela, etc. (frutos), vagem, ervilha, fava, etc. ( frutos tipo legume ).

Usualmente se denominam verduras a folhas comestíveis, e legumes as demais plantas comestíveis (exceto os frutos e as especiarias).





Carboidrato
Função Energética: constituem a primeira e principal substância a ser convertida em energia calorífica nas células, sob a forma de ATP. Nas plantas, o carboidrato é armazenado como amido nos amiloplastos; nos animais, é armazenado no fígado e nos músculos como glicogênio. É o principal combustível utilizado pelas células no processo respiratório a partir do qual se obtém energia para ser gasta no trabalho celular .
Os carboidratos complexos correspondem àqueles com estrutura química maior, mais complexa, como os polissacarídeos (amido, celulose). Devido ao tamanho de sua molécula, são digeridos e absorvidos lentamente, ocasionando aumento pequeno e gradual da glicemia. Exemplos de alimentos fontes de carboidratos deste grupo: arroz, pão, batata, massa e fibras. Os polissacarídeos possuem muitas unidades de açúcar, chegando a 3.000 unidades ou mais.



Especiarias
Especiaria é a designação comum a diversas plantas aromáticas usadas para adubar alimentos e para os conservar. As especiarias devem ser utilizadas com bom senso, pois qualquer excesso pode resultar num desequilíbrio desastroso para o prato preparado.
Tal como é melhor utilizar ervas frescas, também o sabor das especiarias é mais pronunciado quando as compramos inteiras e apenas as moemos aquando da sua utilização. Antes de usar especiarias (inteiras ou moídas) pode aquecê-las rapidamente numa frigideira seca, para realçar os aromas


Proteína
Para entender as principais diferenças entre as proteínas animal e vegetal, precisamos saber um pouco mais sobre os aminoácidos (blocos de formação de proteínas). Estes aminoácidos podem ser essenciais e não essenciais.Os aminoácidos não essenciais podem ser produzidos pelo corpo humano, enquanto os aminoácidos essenciais não são fabricados em nosso organismo, portanto precisamos ingerir alimentos fontes de proteínas para que possamos obter esses aminoácidos essenciais               




                                                             

                                                   Tabela de Pesos e Medidas

Medidas corretas são fundamentais para o sucesso de uma receita .


 Equivalência para Ingredientes


Medida litro  = Mililitro : ml
1 copo americano = 200 ml
1 litro = 4 xícaras ( Cada xícara 250ml )
1 colher de sopa = 15 colheres de café
1 colher de sobremesa = 10 colheres de café
1 colher de chá = 3 colheres de café
1 colher de (café) = 1/2 colher (chá)

Tabela de Equivalência (medidas xícaras, colher..)

Medida Xícara = Gramas
Xícara de chá:
1 xícara (chá) =               240g
1 xícara (chá) de açúcar =     180g
1 xícara (chá) de far. de trigo = 120g
1 xícara (chá) de manteiga =   200g
Chocolate em Pó
1 xícara =        90 g
1/2 xícara =      45 g
1/3 xícara =      30 g
1/4 xícara =      20 g
1 colher (sopa) =  6 g
Farinha de Trigo
1 xícara =    120 g
1/2 xícara =   60 g
1/3 xícara =    40 g
1/4 xícara =    30 g
1 colher (sopa) = 7 g
 Manteiga ou Gordura Vegetal
1 xícara =   200 g
1/2 xícara = 100 g
1/3 xícara =  65 g
1 colher de (café) = 1/2 colher de chá
AÇÚCAR
1 xícara =        160g
1 colher de sopa = 10g
1 colher de chá =  3,5g
COCO RALADO
1 xícara =         80g
1 colher de sopa =  5g
1 colher de chá =  1,5g
FUBÁ
1 xícara =        120g
1 colher de sopa = 7,5g
1 colher de chá =  2,5g
AMIDO DE MILHO
1 xícara =      150g
1 colher de sopa = 9g
1 colher de chá =  3g
MEL
1 xícara =       300g
1 colher de sopa = 18g
1 colher de chá =   6g
POLVILHO
1 xícara =       150g
1 colher de sopa = 9g
1 colher de chá =  3g
 QUEIJO RALADO
1 xícara =          80g
1 colher de sopa =   5g
1 colher de chá =  1,5g
FERMENTO EM PÓ
1 colher de chá (cheia) = 10g
FARINHA DE MANDIOCA
1 xícara =       150g
1 colher de sopa = 9g
1 colher de chá =  3g
FARINHA DE ROSCA
1 xícara =        80g
1 colher de sopa = 5g
1 colher de chá = 1,5g
ARROZ
1 xícara = 200g
AMÊNDOAS, NOZES, CASTANHAS
1 xícara = 140g
AVEIA
1 xicara =        80g
1 colher de sopa = 5g
1 colher de chá = 1,5g

Importante: todas as medidas são usadas rasas, ou seja, depois de encher a xícara ou a colher, passa-se uma faca com lâmina reta para retirar o excesso.

Para que as suas receitas saiam corretamente é importante seguir algumas dicas.

1º) Ler a receita inteira antes de começar a fazê-la.
2º) Siga a risca as instruções.
3º) Coloque todos os ingredientes a serem utilizados, já medidos corretamente no local que vai prepará-lo, para não prejudicar a receita.
4º) Escolha a panela ou a forma com o tamanho correto para que não derrame o alimento e nem grande demais, pois pode prejudicar a sua consistência.
5º) Se a receita pedir forno pré-aquecido é porque precisa estar quente, sendo assim é importante que acenda 15 minutos antes de ser usado. E se for pedido na hora é porque precisa ser aquecido lentamente.

Coloque sempre a forma no centro do forno, assim ele assa todo por igual. É importante que o forno esteja sempre regulado para que o prato possa ter melhor resultado.

Temperaturas do forno


Forno brando de 140º a 150ºC 
Forno regular de 175º a 190ºC  
Forno quente de 200º a 230ºC  
Forno muito quente de 240º a 275ºC





  1. Utensílios básicos para começar uma receita...medidores de líquido e sólidos. Peneiras. Colheres. Foue. Separador de claras...omeleteira.Vaporeira para legumes. Batedeira, Liquidificador e não pode faltar o temporizador :) . Sempre leia a receita antes de começa-la. Separe os ingredientes em temperatura ambiente ( ovos/ manteiga/ leite ). Unte a forma antes da receita ficar pronta para ir ao forno . E leia sempre qual a temperatura do forno pré-aquecido se é a mesma para o tempo da delícia ficar pronta.
    * Sómente um adulto poderá acender o forno prá você *
    Tudo isso está em nossas aulas você pode conferir colocando a mão na massa :)

                                                                      
  
                                                                  

Aqui        uma excelente leitura depois de sua receita pronta.
Qual a forma mais deliciosa de contribuir com a conservação da natureza? Comendo!


Utilizar  produtos orgânicos: Escolha os produtos orgânicos! Eles não usam agrotóxicos, fertilizantes ou pesticidas que poluem e agridem o meio ambiente, contaminando solos e recursos hídricos.

Dê preferência a produtos regionais: Pode parecer bobagem, mas quando você escolhe um produto regional já contribuiu para a diminuição do transporte de alimentos e, consequentemente, na redução da emissão de gases de efeito estufa, além de economizar energia da refrigeração.

Evita espécies ameaçadas de extinção: Não estamos falando somente de animais, mas também de outras espécies como, por exemplo, a castanha-do-pará e o palmito-juçara. Vale lembrar que qualquer espécie que entre em extinção provoca um desequilíbrio enorme no ecossistema. Se não houver alternativas para sua receita, compre apenas produtos com garantia de procedência!
Aproveita integralmente alimentos: Use a criatividade e tente usar integralmente os alimentos evitando o desperdício, mesmo partes normalmente não usadas, como cascas, talos, folhas, sementes e outros. Se não for possível utilizar todo o ingrediente para o mesmo prato, você pode reaproveitar em outras receitas.

Essa idéia também pode ser colocada em prática na sua casa.
No site gastronomia responsavel você encontra várias receitas simples, deliciosas, fáceis de fazer e que ajudam na preservação do meio ambiente.


by Pam*B




                                                 clique e   Conheça a Cartilha do Ziraldo
                                                                                     

fonte : doce limão
                                                                




*********************************************************************************


                                                        

________________________________________________________________
                                                            


S.O.S : Sustentabilidade                           Resolução Planetária

No ano de 2000 a Assembléia Geral das Nações Unidas lançou um manifesto calcado em 6 princípios fundamentais para a construção de uma cultura mundial de paz. Conheça essas diretrizes e faça a sua parte :

1- Respeitar a Vida : sem discriminação e sem preconceito

2- Rejeitar a violência : praticar a não violência ativa, rejeitando-a em todas as suas formas : física, sexual, psicológica, econômica e social, em particular contra os mais desprovidos e vulneráveis, como as crianças e adolescentes.

3- Ser generoso : compartilhar o tempo e os recursos materiais no cultivo da generosidade e pôr um fim à exclusão, à injustiça e à opressão política e econômica.

4- Ouvir para compreender : defender a liberdade de expressão e a diversidade cultural, privilegiando sempre o diálogo sem ceder ao fanatismo, à difamação e à rejeição.

5- Preservar o planeta : promover o consumo responsável e um mode de desenvolvimento que respeitem todas as formas de vida e preservem o equilíbrio dos recursos naturais do planeta.

6- Redescobrir a solidariedade : contribuir para o desenvolvimento da comunidade, com a plena participação das mulheres e o respeito aos princípios democráticos, de modo a criar juntos novas formas de solidariedade.

Fonte : Bons Fluídos/ Maio.2012.
************************************************************************

                       
                                               Uau ! o que será :   Alimentos superpoderososos : Antioxidantes
                    
                                                                                clique !

                                                                                 
Saúde e Sabor

10 dicas para melhorar a alimentação da garotada   


As necessidades nutricionais das crianças são altas e o tipo de alimentação adotado nesta fase é muito importante para a saúde durante a vida. Estudos mostram que doenças da vida adulta como obesidade, câncer, osteoporose, doenças do coração e diabetes normalmente resultam de escolhas alimentares erradas na infância.

No Brasil, 6,6% das crianças de 0 a 5 anos sofrem de obesidade. Calcula-se que aproximadamente de 20% a 25% das crianças brasileiras apresentem excesso de peso na faixa etária entre 7 e 14 anos. Segundo o Ministério da Saúde, já são 6 milhões de adolescentes obesos.

Os principais fatores associados à obesidade infantil são: o sedentarismo e o maior consumo de alimentos ricos em carboidratos refinados e gorduras, provocados pela onda de fast foods no mercado.

Confira, abaixo, 10 dicas interessantes para melhorar a alimentação da garotada


1. Eduque o paladar da criança, oferecendo alimentos naturais, como frutas ou sucos, de preferência orgânicos. Nunca adoce os sucos de frutas, pois seu sabor verdadeiro é, sem dúvida,mais saudável.

2. Horários e rotina para a alimentação são fundamentais. A criança deve se alimentar em lugar calmo. Comer rápido e em frente à televisão contribui para que ela coma mais que o necessário e sem saborear os alimentos.

3. Pais devem ser exemplos. Não adianta os pais estarem com o prato cheio de "porcarias" e insistir para que a criança coma salada.

4. Ofereça guloseimas esporadicamente. Apesar de ser a preferencia da garotada esses alimentos tem poucos nutrientes e muitas calorias, o que leva ao aumento de peso.

5. Evite alimentos muito açucarados e coloridos artificialmente. O consumo desses alimentos é prejudicial a saúde e desenvolvimento fisico e cognitivo da criança. Estudos relacionam o hábito alimentar ao déficit de atenção e hiperatividade infantil.

6. Inclua na alimentação peixes como salmão, atum e sardinha ou os óleos de peixe, semente de linhaça e oleaginosas como nozes, amêndoas e castanhas, importantes fontes de ômegas 3. O omega 3 é importante para o desenvolvimento do cérebro e para resistência imunológica.

7. Pré adolescentes e adolescentes precisam de mais vitamina C e ferro do que os adultos. Inclua no cardápio frutas como laranja, limão, goiaba, caju e morango e as folhas verdes escuras.

8. Durante as refeições a ingestão de bebidas deve ser controlada, pois a criança troca facilmente a refeição por sucos ou refrigerantes.

9. Permita que a criança participe das compras e preparo dos alimentos. Varie o cardápio, utilize a criatividade para elaborar pratos atrativos e sempre coloridos.

10. Prefira mandar a merenda do colégio de casa, assim podemos oferecer alimentos mais saudáveis que os disponíveis nas cantinas. Opte por biscoitos integrais, frutas frescas ou secas ou barras de cereais. Sanduiche de pão integral com pasta de soja ou queijo também podem fazer parte do lanche.

A atividade física é muito importante para o desenvolvimento da criança, além de colaborar para o controle de peso. A prática de esportes como jogar futebol, andar de bicicleta devem ser incentivadas.

Lembre-se que criança "gordinha" não é criança saudável. A obesidade infantil traz problemas psicológicos e físicos, que podem perdurar até a vida adulta!





E de onde vem o fubá meninada ??



Fubá, fubá mimoso e semolina

O fubá é a farinha de milho obtida a partir da moagem do grão de

milho.

O fubá mimoso é o mais fino, utilizado na preparação de bolos e polentas. O fubá propriamente dito tem espessura média. A sêmola ou semolina é uma farinha de milho mais grossa, indicada para a preparação de broas.

Sempre que for fazer uma receita, primeiro misture o fubá com água fria e só depois leve a mistura ao fogo, o que evita que o fub...á encaroce.

O fubá é usado para engrossar sopas, molhos e mingaus e fazer bolos e broas. É ingrediente básico da polenta.

Farinha de milho

A farinha de milho é obtida através do processo de torração do grão de milho, previamente macerado, socado e peneirado, e se apresenta sob forma de flocos.

É possível comprar farinha de milho pré-cozida, a qual é muito prática, pois reduz muito o tempo de cozimento.

Amido de milho ou maisena

É um hidrato de carbono, seco, em pó e sem sabor especial. O uso do amido confere às preparações consistência gelatinosa e delicada, sendo, por isso, incluído em receitas de molhos, cremes e mingaus. Ao ser levado ao fogo, deve ser mexido continuamente para evitar a formação de grumos e sofrer ação lenta do calor.

Farinha de beiju

É um produto regional, obtido do milho pré-fermentado, seco e moído, do qual se tirou antes a pele e o germe. É o ingrediente dos beijus, que, sendo preparados em chapas ou frigideiras anti-aderentes, têm aspecto final de panquecas brancas.

Glucose

A glucose ou “mel de milho” é uma espécie de mel utilizado em confeitarias no preparo de coberturas e que também pode ser usado para substituir o caramelo de açúcar em receitas de bolos e pudins.

Óleo de milho

O óleo de milho pode ser usado não apenas para frituras, mas, como todos os demais óleos vegetais, é um excelente substituto da manteiga em receitas de pães e bolos.

Flocos de milho

Os flocos de milho, também conhecidos como “corn flakes”, são usados como cereal matinal, consumido puro ou com leite, acompanhado ou não de frutas variadas.

Pipocas

O milho para pipoca é uma variedade específica de milho cujos grãos estouram quando aquecidos. Não é qualquer tipo milho que se presta para esse fim.


Benefícios e propriedades do milho

Graças às seus benefícios energéticas, o consumo de milho resulta especialmente interessante para todas aquelas pessoas que praticam esporte, e que com o fim de contas necessitam que lhes proporcionem muita energia, a qual seja digerida rápido.

O milho é o único cereal no qual encontramos betacaroteno, que contribui fibras, carboidratos, e uma interessantíssima quantidade de vitaminas do grupo B (em particular B1 e B3).

Por este motivo principal, o milho ajuda a metabolizar as gorduras de maneira muito mais rápida, que melhora o trânsito intestinal (ideal em casos de prisão de ventre), e reduzindo o colesterol alto.

Receita de Bolo de Fubá Cremoso. clique !